Galeria de Arte do Teatro Municipal da Guarda recebe alunos da Escola Profissional da Guarda

Através da arte, o indivíduo vive momentos mágicos, experiências únicas que o assumem como um ser cultural, capaz de empurrar a bola gigante, ilustre planeta de cor e movimento, onde todos os dias tropeça de rotinas… e que rotinas conduzem o artista ao grande público?

A Fundação de Serralves trouxe até ao espaço do nosso Teatro Municipal uma seleção de obras e publicações da autoria de artistas que integraram o grupo KWY.

A exposição demonstra como o interesse, simultaneamente entusiasta e crítico, pelas novas configurações do real, pelos objetos e acontecimentos quotidianos, pela sociedade de consumo e pela omnipresença da imagem no espaço público é um sinal de como a arte se pode colocar no centro dos acontecimentos socioculturais do seu tempo, tal como o assinalam os seus promotores.

O “Realismo Cosmopolita” motivou, ainda, os alunos a uma reflexão escrita, dando-lhes oportunidade de mostrar, poeticamente, a sua veia artística.